sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Jasão


Jasão foi um herói grego da Tessália, filho de Esão.
Seu pai, Esão, era filho de Creteu e Tiro. Existem duas versões sobre sua mãe: ela pode ter sido Alcimede, uma neta de Mínias, ou Polimede, filha de Autólico. Jasão foi criado pelo centauro Quíron
O trono de Iolco passou de seu avô Creteu para seu tio Pélias, que era filho de Tiro e Posidão. Temendo a profecia de que seria morto por Jasão, o rei Pélias envia o herói, como condição para lhe restituir o trono, para uma missão impossível: trazer o Tosão de ouro da distanteCólquida. Em Argos, Jasão constrói a nau Argo e reúne uma tripulação de heróis, conhecida como os argonautas, para acompanhá-lo.
Após várias aventuras, inclusive a primeira passagem pelas Simplégadas (o Bósforo), os argonautas chegam à Cólquida, pensando estar em alguma parte no fim do mar Negro. O rei Eetes da Cólquida exige que Jasão cumpra várias tarefas para obter o Tosão, inclusive arar um campo com touros que cospem fogo, semear os dentes de um dragão, lutar com o exército que brota dos dentes semeados e, por fim, passar pelo dragão que guarda o próprio Tosão. Com o Tosão nas mãos, Jasão foge com Medeia, filha de Eetes, e enfrenta várias aventuras na volta para casa. Medeia trama a morte do rei Pélias, cumprindo a antiga profecia.

Depois, retirou-se para Corinto, após dez anos de casado, repudiou Medeia para desposar Gláucia, filha de Creonte, rei de Corinto.Medeia, por vingança, matou Gláucia e os próprios filhos que tivera de Jasão.Muitos anos depois, Jasão é morto por um pedaço de madeirada nau Argo. Em outra versão, Téssalo, o filho mais velho de Jasão e Medeia,escapou de ser morto e, mais tarde, sucedeu a Acasto como rei de Iolco.

Velo de ouro


velo de ouro ou tosão de ouro (chamado ainda de velino ou velocino; em grego: Χρυσόμαλλον Δέρας) é na mitologia grega a  deouro do carneiro alado Crisómalo. Conta-se que tal velo estava pendurado num carvalho sagrado na Cólquida, ao sul das montanhas doCáucaso e retirado por Jasão e os Argonautas. Segundo a lenda, Jasão precisava recuperar o velo para assumir o trono de Iolco na Tessália. A história é bastante antiga e já estava presente nos tempos de Homero (século VIII a.C.) e consequentemente é relatada de várias formas. Nas versões mais tardias o carneiro é tido como filho de Posídon e Temisto (ou algumas vezes, de Nefele). A forma mais clássica é a dada por Apolônio de Rodes em seu Argonautas.
Atamas, rei da cidade de Orcomeno na Beócia, teve como primeira esposa a deusa das nuvens Nefele, com quem teve dois filhos, o meninoFrixo e a menina Hele. Mais tarde, ele se apaixonou e casou-se com Ino, a filha de CadmosIno tinha ciúmes de seus enteados e planejou matá-los. (Em algumas versões ela convence Atamas de que o sacrifício de Frixo seria a única forma de acabar com a fome que se instalara na região). Nefele, em espírito, enviou às crianças um carneiro alado cuja lã era feita de ouro. Com esse carneiro, as crianças poderiam escapar por sobre o mar. Entretanto, Hele caiu e se afogou no estreito que passou a carregar seu nome, o Helesponto. O carneiro pôde levarFrixo a salvo para a Cólquida, no extremo oeste do Mar EuxinoFrixo sacrificou então o carneiro e pendurou seu velo numa árvore (às vezes descrita como um carvalho) guardada por um dragão, em um bosque consagrado a Ares. O velo permaneceu ali até que Jasão o buscasse, em companhia dos argonautas. O carneiro foi transformado na constelação de Aries no céu.

Percy Jackson e os Olimpianos

Na trama de Rick RiordanO Mar de Monstros, o sátiro Grover é atraído até a ilha de Polifemo pela magia do Velo, por ser tão poderosa que lhe dava a sensação de levar até o deus . Grover é resgatado por Percy e Annabeth Chase (filha de Atena, que levam o Velo ao Acampamento Meio-Sangue para purificar a árvore de Thalia, filha de Zeus, que no passado foi transformada em pinheiro pelo pai quando estava prestes a morrer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário