segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Vampiros


Vampiros



A definição comum nos dicionários serve como referência para a investigação: vampiro é um cadáver reavivado que levanta do túmulo para sugar o sangue dos vivos e assim reter a aparência da vida. Essa descrição certamente se adapta a Drácula, o vampiro mais famoso, mas é apenas um ponto de partida e rapidamente se prova inadequada quando nos aproximamos do reinado do folclore vampiresco. De modo algum todos os vampiros se encaixam nessa descrição. Porém, Vampiros são criaturas Míticas com histórias espalhadas pelo mundo inteiro. Assim não tem como definir o que é ou como é um vampiro. Existem histórias dizendo que os vampiros são lindos e Atraentes. Além do normal, enquanto outras histórias dizem que são criaturas horrendas, que morrem à luz do Sol  com estacas no coração, balas de prata, e objetos de valor sagrado, e água benta – é considerado nos vampiros cenográficos ‑ Os nascidos de corpos ressuscitados, aparições de espíritos desencarnados, os bebedores de sangue humano, e os que se alimenta de força vital - Os psíquicos -.
Na Teosofia e no Espiritismo aprendemos que vampiros são formas astrais, que podem ser os corpos de pessoas vivas ou que já morreram, que extraem força e vitalidade dos menos avisados.Os vampiros existem de inúmeras formas, Eles são a maioria, mortos que se ressuscitam, bebedores de sangue, e Não podem ficar exposto ao Raio UltraVioleta!
 Os novos vampiros Recentemente ­ - vampiros adolescentes - têm ocupado muitos títulos nas livrarias.

Um comentário: